Por favor, habilite o JS

Lamparinas

 
São usadas como fonte de iluminação e, na Odontologia, como fonte de calor, na plastificação de ceras e material obturador provisório (guta-percha).

Algumas são artísticamente trabalhadas em vidro, opalina, metal ou plástico. Podem ter tampa de cobre e outros metais.
Na década de 30, Hanau lançou a sua lamparina, destinada a trabalhos de prótese, no trato com a cera azul para restaurações ou da cera rosa para moldagens de dentaduras. O artefato tem uma válvula de pressão manual que regula a chama proveniente do combustível (sempre o álcool, que não tem fuligem), tornando-a um filete. Este aperfeiçoa a superfície da cera, tornando-a ideal para os procedimentos de moldagem funcional. Feita em galalite, a lamparina de Hanau encontrou alguns sucedâneos, que promovem o filete sem a válvula, porém com um grande gasto de combustivel.


Lamparinas