Por favor, habilite o JS

Aparelho Radiográfico

 
Um aparelho radiográfico dos anos 20, muito bem conservado, é a nova atração do museu. Tem ainda a ampola exposta (tubo de Coolidge), dentro de uma grade que protege o paciente da emissão de calor. O sistema de movimentação do tubo para seu posicionamento é todo externo. A fonte de energia está protegida dentro de volumosa caixa, provida de rodinhas para o deslocamento do aparelho.

Pertenceu ao Dr. Ernani de Moraes, que tinha consultório à Rua Caruso, esquina com a Rua Dr. Satamini, Rio de Janeiro, desde 1933. O aparelho foi usado pelos seus filhos, Addy e Ammy de Moraes até 1989.

A doação foi feita por Ivany de Moraes, viúva do Dr. Ammy.

O livro "Cem anos da descoberta dos Raios X - 1895 - 1995", de Elias Rosenthal descreve a peça à página 62.