quinta-feira, 21 de novembro de 2019   
logo
Nossa Missão
A ABO-RJ é uma entidade com características técnico-científica, culturais, filantrópicas e sociais, constituída por número ilimitado de sócios cirurgiões-dentistas, acadêmicos de Odontologia e demais profissionais afins regularmente inscritos nos respectivos Conselhos.

:: Instrumentos Dentários Antigos em Uso Ainda Hoje
 
Há quatro instrumentos dentários básicos em uso desde o século XVIII até o presente: fórceps para extrações, extrator para limpeza e instrumentos para remoção de cárie e obturação dentária.

Todos eles foram discutidos e ilustrados pelo francês Pierre Fauchard em seu livro Le Chirurgien Dentiste ou Traité des Dents, escrito no século XVIII.

No início do século XIX, o fórceps sofreu modificações por Cyrus Fay e John Thomes, tornando-se anatômico. Em 1860, foram manufaturados comercialmente por SS White. Até hoje é o mesmo.

O extrator de tártaro curvo aparece ilustrado na obra de Fauchard, em 1746. Em 1844, Paul Goddard também o recomenda. Em 1858, ele aparece no Catálogo Chevalier. Em 1876, Dexter cita outros extratores menores e de outras formas. Em 1905, o Catálogo Lockwood mostra vários tipos de extratores, menores mas com o mesmo desenho básico.

Quanto ao escavador, não evoluiu desde 1908, quando a obra de Black o reclassificou como instrumento para remoção de cárie. Chamou-o de colher.

O calcador continua sendo o mesmo instrumento curvo, destinado a colocação de material obturador,. Os de Fauchard eram grandes e pesados. Alguns similares podem ser vistos na obra de Thomas Bell e Samuel Fitch, livros do século XIX.

Em 1844, Goddard mostrava o seu brunidor. Em 1905, aparecia no Catálogo Lockwood com o mesmo nome.

Ref.- Glenner,R.- Early dental instruments which are still in use today J Hist Dent, V 46, N 3, Nov 1998, p 121. Trad. e adapt.- Luciano Marinho de Magalhães.

 Jornalista Responsável: Cíntia de Assis | Desenvolvimento: SR Informática | Realização: ABO-RJ Siga-nos no Facebook Facebook